Alunos do Unasp usam dramatizações como extensão acadêmica

Impacto Social

Escrito por

Thaís Fowler

Publicado em

21 mar 2019

Crédito imagens

Arquivo

Grupo de jovens fazem da encenação um ministério

No dia 21 de março, comemora-se o Dia do Teatro. A data foi criada em 1961 pelo Instituto Internacional do Teatro (ITI) para homenagear uma das artes mais antigas da humanidade. A interpretação teatral é uma expressão artística que teve – e ainda tem – uma importância fundamental para a formação cultural e histórica dos povos. Com auxílios de dramaturgos, diretores e técnicos, o espetáculo tem como objetivo apresentar uma situação e desperta senso cultural e artístico no público.

Dramart, o drama da salvação

O grupo formado em 2012 usa a dramaturgia como prática de transformação social.

Conscientes de que a dramatização tem um grande potencial para o desenvolvimento pessoal e intelectual, dois amigos decidiram organizar, em 2012, o grupo Dramart. Por meio de monólogos, vídeos e peças, o projeto dramatiza temas sociais e religiosos. A amizade é o segredo para a união do grupo, atualmente composto por 22 alunos do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp), campus Engenheiro Coelho.

“A oportunidade de participar do Dramart me ensinou muito sobre trabalho em grupo e como é importante respeitar a opinião do outro e saber expor a sua, requisitos que eu considero ser importantes para o meio acadêmico e profissional”, afirma Lidiane Coutinho, componente do grupo e estudante do curso de Arquitetura e Urbanismo.

Além de amizade e descontração, o resultado do grupo é fruto de oração, ensaio e estudo. “O ministério me proporcionou um contato maior com Deus, através dos estudos e discussões que fazemos para a elaboração de novas peças e de se permitir ser um instrumento nas mãos de Deus, em cada apresentação”, confirma a estudante.

Interpretar exige dedicação. Assim como um pregador estuda oratória e um músico gasta tempo para aprender técnicas vocais e instrumentais, participar do ministério de artes cênicas exige dedicação à arte. A essência do teatro é a observação, olhar com atenção para descobrir algo intenso. Todas essas peculiaridades se mostram interessantes para quem deseja fazer bom uso da técnica, compartilhando valores e o melhor roteiro de todos os tempos: a história da salvação.

Grupo Dramart

facebook/ministeriodramart

[email protected]