Grade curricular e ementa das disciplinas

1º Semestre
Apresentação introdutória do problema filosófico-religioso de Deus, Sua existência, natureza, poder criador, revelação, amor e atuação na história deste mundo.
A capacidade de leitura e escrita como atividades essencialmente ligadas ao processo de comunicação próprio ao ambiente escolar, estimulando o discente a desenvolver a capacidade de leitura e escrita para desenvolvimento e exercício pleno da função docente. Utilização de diversos tipos e gêneros textuais. As questões relativas a direitos humanos e seus desdobramentos, educação ambiental e diversidade cultural e étnica.
A inserção do indivíduo no contexto social, sua interação no processo ensino e aprendizagem por meio das relações sócio-político-histórico-culturais. O papel e a função das instituições sociais na construção da democracia e cidadania numa perspectiva educacional.
Musicalização infantil e Inclusiva I
Conhecer a formação dosgrupos instrumentais e a estrutura física e sonoro dos instrumentos, suaclassificação, origem, desenvolvimento, técnica e construção.
Conceitos que embasam a construção de uma filosofia educacional, destacando sua natureza, objetivos, conteúdos e métodos. Reflexão crítica, com base numa perspectiva teocêntrico-cristã de mundo, sobre diferentes filosofias da educação, mediante a análise de seus respectivos pressupostos filosóficos. Visão judaico-cristã de mundo. Elementos constitutivos de uma filosofia de educação. Filosofia bíblico-cristã de educação.
Introdução ao canto. Noçõesbásicas de fisiologia, ressonância, articulação e aspectos interpretativos.Prática do canto por meio de exercícios e repertório variado.
2º Semestre
Conhecer a interpretação evolucionista e criacionista da paleoantropologia e os movimentos concorrentes do século XIX: comunismo materialista e o espiritismo moderno; evolucionismo Darwinista; movimento Adventista.
Estudo das contribuições teórico-práticas das ideias pedagógicas. Análise dasimplicações e consequências no fazer pedagógico contemporâneo. Reflexão sobretécnicas da didática e sua aplicação na sala de aula.
Ciência e conhecimentos. A evolução do conhecimento científico. Técnica, ciência e tecnologia. Métodos e técnicas científicas. Pesquisa e desenvolvimento. Projeto de pesquisa. Comunicação e expressão. Comportamento profissional. Propriedade Intelectual. Análise de situações comunicacionais no campo agronômico.
Escolas psicológicas contemporâneas (matrizes do pensamento psicológico). Psicólogos representativos: vida e obra e sua influência na cultura e educação. Análise das diversas teorias da personalidade e suas relações com a construção da identidade do sujeito no mundo pós-moderno com base nos princípios bíblico-cristãos.
Linguagem e Estruturação Musical I
Musicalização infantil e Inclusiva II
3º Semestre
A problemática da existência do mal e a solução oferecida pela intermediação divina através da pessoa de Jesus Cristo. Estudo do processo de reconstrução do homem a partir da influencia do cristianismo.
Desenvolver a leitura, a musicalidade,a coordenação e a sensibilidade musical através da prática de instrumentos depercussão. Aulas de instrumentos de Percussão que possibilitarão ao alunouma vivência na atividade prática de instrumentos de Fanfarra conhecendo acada um deles e a sua técnica de execução.
Conceituação,significado e reflexão da didática da música. Parâmetros e Referenciais para oensino da música nos vários níveis da educação básica. Componentes de umplano de ensino em música.
Asmonofonias medievais litúrgicas. Canto Ambrosiano e canto gregoriano. ArsAntiqua e Ars Nova. Guillaume de Machaut. A primeira geração renascentista:Dufay e Dunstable. A segunda geração renascentista: Ockeghem e Josquin. Oséculo XVI, Palestrina. As cameratas. O nascimento da ópera. Monteverdi.Música e teatro: Lully, Rameau, Purcell. Música e liturgia: Schutz e Buxtehude.
Linguagem e Estruturação Musical II
4º Semestre
Conhecer os princípios éticos cristãos que devem orientar o comportamento pessoal e profissional. Incorporar o maior número possível desses princípios à sua vida pessoal e/ou profissional, incluindo a proteção dos direitos da pessoa com transtorno do espectro Autista.
Os estilos instrumentais autônomos: Corelli e Vivaldi. Bach. Handel. Osurgimento do Classicismo na música: a escola de Mannheim. Haydn e Mozart.Gluck e a reforma da ópera. O nascimento dos estilos românticos. Beethoven.
Linguagem e Estruturação Musical III
Executar e conhecer a Flauta Doce:descrição, tipos e modelos, posição das mãos, articulação, respiração, posiçãoda notas; estudo de peças para aplicação da técnica e desenvolvimento damusicalidade do aluno.
Estudo das relações entre teoria e prática da educação musical para o diagnóstico doscomponentes metodológicos envolvidos na prática educativa. Fundamentaçãoteórica. Análise crítica dos métodos tradicionais e das tendênciascontemporâneas da educação musical brasileira. Importância da música paraexperiências no desenvolvimento humano e o professor de música reflexivo.
5º Semestre
Conhecer e utilizar os princípios que contribuem para uma vida pessoal e profissional de melhor qualidade.
Linguagem e Estruturação Musical IV
Técnica Gestual (posição emovimento das mãos e braços) desenvolvida a partir da história, conceitos efundamentos da regência: Pulsação, padrões de compassos simples ecompostos, respiração, preparo, ataque e cortes. Gestos expressivos: olhos eouvidos do regente. Regência vocal e instrumental. Prática com repertório:análise, regência técnica e interpretação da peça. Planejamento e técnicas deensaio. O preparo do regente (aspecto físico e psicológico).
A primeira geração romântica: Weber, Mendelssohn, Schumann,Chopin, Berlioz. A segunda geração romântica: Verdi, Wagner, Brahms,Strauss. O pós-romantismo: Mahler e Debussy. O Simbolismo. Música Atonal.A segunda escola vienense: Schoenberg, Berg e Webern. Exotismo e neo-classicismo: Stravinsky, Satie. Os anos vinte: o dodecafonismo de Schoenberg;Hindemith e Weill. O segundo pós-guerra: Messiaen, Boulez, Stockhausen,Cage. Música de Vanguarda e música experimental. Os anos 60: Kagel, Berio,Penderecki e Ligeti. Movimentos pós-modernos. O Minimalismo. O novomilênio.
Introdução à Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS – e a questão da pessoa com surdez: aspectos clínicos, educacionais e culturais. Conversação em Libras. Lingüística das línguas espaços-visuais e suas implicações para o ensino-aprendizagem de línguas para surdos. O intérprete da Libras no contexto escolar e questões sobre o letramento de alunos surdos bilíngües e/ou oralizados. A intervenção do professor e propostas de ensino na educação de surdos. Tradução e Interpretação de músicas e narrativas em Libras/Português e Português/Libras
6º Semestre
Conhecer a história mundial segunda a interpretação bíblica, enfocando as ações de Deus no passado, presente e Seus planos para o futuro.
Técnica Gestual (posição emovimento das mãos e braços) desenvolvida a partir da história, conceitos efundamentos da regência: Pulsação, padrões de compassos simples ecompostos, respiração, preparo, ataque e cortes. Gestos expressivos: olhos eouvidos do regente. Regência vocal e instrumental. Prática com repertório:análise, regência técnica e interpretação da peça. Planejamento e técnicas deensaio. O preparo do regente (aspecto físico e psicológico).
Estudos defundamentos, critérios, discernimentos e fontes de referências para aelaboração de uma apreciação, conceito, julgamento e opinião à arte musicalbrasileira, através do conhecimento, exame e análise de obras representativasdas fases da história da música brasileira, desde o período colonial até asestéticas contemporâneas, com ênfase nas relações existentes entre a artemusical e a pluralidade sócio-cultural.
Instrumentação técnica e conceitual para a pesquisa musical. Leitura e análisede trabalhos de pesquisa em música. Elaboração do Projeto de Pesquisa parao Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).
Linguagem e Estruturação Musical IV
Experiência prática em conjunto, onde cada aluno escolhe um instrumento desopro para desenvolver um trabalho em grupo de banda musical.
7º Semestre
Estudo dofenômeno religioso em sua dimensão prática nas relações interpessoais, nafamília e na sociedade. Relação entre Religião, Família e Sociedade. Influenciada Religião na Família e Sociedade. Aspectos culturais da religiosidade. O larnuma perspectiva cristã.
Linguagem e Estruturação Musical VI
Elaboração das etapas iniciais do Trabalho de Conclusão de Curso, com acompanhamento de docente-orientador, com base nas teorias estudadas e na prática vivenciada em estágio curricular supervisionado.
Estudos defundamentos, critérios, discernimentos e fontes de referências para aelaboração de uma apreciação, conceito, julgamento e opinião à arte musicalbrasileira, através do conhecimento, exame e análise de obras representativasdas fases da história da música brasileira, desde o período colonial até asestéticas contemporâneas, com ênfase nas relações existentes entre a artemusical e a pluralidade sócio-cultural.
8º Semestre
Caracterização da Ciência, Religião e Teologia. Discussão das formas possíveis deinteração entre a Religião e a Ciência e o estudo de casos históricos. As visões de mundoe as relações da Bíblia com a Ciência.
Prática de Conjuntos Instrumentais III
Canto Coral VIII
Orientação específica para elaboração do trabalhomonográfico de conclusão de curso: transmissão das normas e regulamento doTCC, estrutura e normas básicas para a confecção do trabalho, passosimportantes ao desenvolvimento do trabalho, elaboração e estruturação daescrita da revisão bibliográfica, metodologia do trabalho e referênciasbibliográficas. A orientação é individualizada e o trabalho final temapresentação pública.
Ensino sequencial do cantoem grupo, fundamentada em princípios de técnica vocal e fisiologia da voz.Ênfase nas práticas pedagógicas da sala de aula e canto coral.
Contexto histórico, político e ideológico das legislações de ensino da educação brasileira, suas implicações na estrutura organizacional do Sistema Escolar Brasileiro e, de maneira particular, na organização e funcionamento da Educação Básica. Organização do ensino brasileiro; o ensino fundamental; o ensino médio; breve histórico das legislações de ensino no Brasil; a nova Lei de Diretrizes e Bases e os Parâmetros Curriculares Nacionais.