Blog do Unasp

Trainee é para mim? Ser ou não ser, eis a questão!

A posição de trainee pode levar a um rápido crescimento. Por isso mesmo, é tão disputada por novos profissionais. Descubra se esse é o seu caminho, e saiba como chegar lá.

Você está recém formado ou bem pertinho de concluir a sua graduação. Então, bate aquele desesperozinho básico sobre o que fazer da vida mais adiante. Principalmente no quesito profissional. Como arrumar um emprego, como entrar em um trabalho bacana? Ser trainee é uma opção que parece muito interessante: boa remuneração, experiência dentro de uma grande empresa, e a chance de alcançar um cargo de liderança numa velocidade muito maior do que a maioria.

Um sonho? Por um lado sim, já por outro pode ser bem desafiador. A competição para um posto de trainee é muito acirrada, o critério das empresas é cada vez mais específico, e o mercado não dá uma margem grande para erros.

Preparamos uma lista objetiva de atitudes objetivas para ajudar quem está decidido a enfrentar todo esse processo. Ainda nem está decidido? Tudo bem, também podemos dar uma mãozinha.

1. Não é o que você faz, é quem você é

O caminho para se tornar um trainee não é fácil, e não vale a pena entrar nele se você não tiver o perfil. Para isso, é preciso ser bem honesto consigo mesmo. As empresas não procuram um simples funcionário, não procuram alguém que quer entrar e aprender, não procuram alguém que apenas gostam do que faz. O objetivo dos programas de trainee é formar executivos, líderes.

É da área Comunicação? RH? Economia? Precisa também saber administrar; entender de gastos, custos e retorno; ter um relacionamento sério com planilhas e pesquisas de mercado; não ter medo de tomar decisões difíceis. Nem perca tempo, e já confira nosso post sobre quais as habilidades para um bom trabalho em equipe.

É claro que toda essa personalidade também precisa ser provada em ações, por isso um bom currículo é sim importante: experiências anteriores e línguas estrangeiras são o feijão com arroz.

Você pode dizer “eu não tive a chance de fazer intercâmbios e estágios fantásticos porque estudo e trabalho desde cedo. Moro longe e me desdobro para conseguir fazer o que faço”. Ora, isso é ou não uma experiência e tanto? Saiba o seu melhor e saiba deixar isso claro. Preparamos um ótimo post sobre a importância de saber avaliar seus pontos fortes.

Está gostando dos conteúdos?

Assine a newsletter e receba todas as novidade direto no seu e-mail!

Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!

2. Escolha poucas empresas

Decidiu mesmo se jogar nas seleções de trainee? Ótimo. Então escolha duas ou três empresas. Sério. Tudo bem, no máximo cinco! Acredite: é impossível se preparar de verdade para mais do que isso. Vamos te dar alguns motivos para evitar

1º MOTIVO:  QUANTIDADE DE ETAPAS. Você vai precisar fazer provas, passar por entrevistas, preparar apresentações e painéis, fazer dinâmicas de grupo… Algumas empresas chegam a ter oito etapas no processo seletivo.

2º MOTIVO: VOCÊ PRECISA CONHECER A EMPRESA. Nem preciso dizer que é preciso gostar da empresa (a não ser que você pretenda se dedicar integralmente, durante anos, a algo que vc detesta). Mas também é preciso conhecê-la. Você sabe onde fica a sede? Quantas filiais e onde se distribuem? Qual o nome do presidente? O que saiu no noticiário econômico sobre a empresa no último ano? Qual a missão, a visão e os valores? De que forma você pretende inovar estando lá dentro? Sem responder a todas essas perguntas, é muito difícil ser contratado como trainee.

3º MOTIVO: CÓDIGO DE VESTIMENTA. Parece um motivo menos importante, mas não se engane. Vista-se como as pessoas da empresa se vestem, fale como elas falam, frequente os ambientes que ela frequentam. Tudo isso leva tempo, e precisa ser coerente com aquilo que você normalmente veste, fala e frequenta.

4º MOTIVO: O CUSTO DOS PROCESSOS. Antes de se tornar líder de uma empresa, é preciso ser líder de si mesmo. Planeje os gastos com roupa, alimentação, transporte, materiais, e até com possíveis viagens para participar dos processos. Se a grana é curta, comece a calcular e poupar dinheiro o quanto antes.

5º MOTIVO: É PRECISO ESTUDAR O PROCESSO. As seleções estão ficando cada vez mais criativas. No livro Como mover o monte Fuji?, o jornalista William Poundstone fala das famosas seleções das grandes empresas de tecnologia, e dá dicas para se preparar. O ideal é conversar com algum gestor da empresa pretendida, e saber como são os processos seletivos.

Até alguém que já participou e foi reprovado já ajuda a se inteirar. No grupo Trainee Brasil dá pra trocar experiências com muita gente que conseguiu, não conseguiu, e ainda está tentando.

3. Ensaie, mas não exagere

É isso aí: nada pior do que responder as perguntas como um robô! Esteja sim pronto para responder às perguntas mais comuns:

1 – Conte-me sobre você

(Não é terapia – fale das suas escolhas e motivações profissionais)

2 – Quais seus pontos fortes e pontos de aprimoramento?

(Seja honesto, e não exagere nem pra mais e nem pra menos)

3 – Conte sobre um desafio que enfrentou e o que fez para lidar com isso.

(Pessoal e profissional se misturam aqui – demonstre controle sobre ambos)

4 – Já liderou uma equipe? Conte como foi.

(Liderar grupos na faculdade também conta, e a experiência deve ser de inovação)

5 – Com que tipo de pessoas você prefere trabalhar?

(Seja honesto, mas demonstre capacidade de se adaptar)

6 – Qual foi a sua maior conquista profissional?

(Aqui é a hora de exercitar o poder de contar uma boa história com final feliz)

7 – Por que devemos contratar você e não outro profissional?

(Diga qual ponto da empresa você vai ajudar a melhorar)

8 – Quais são os seus objetivos profissionais?

(Não precisa dizer um cargo que quer ocupar, mas sim qual área pretende dominar)

9 – Você está participando de outros processos seletivos?

(Fale a verdade. O importante é que todas os processos sejam ligados a uma mesma área, porque isso demonstra coerência)

10 – Por que você escolheu essa e não outra empresa?

(Mostre que aquela é a sua primeira opção pelos valores da empresa)

Apenas tome o cuidado para não ficar ensaiadinho demais: bons líderes sabem improvisar. Sempre é importante dizer: em atividades de grupo, não fique parado esperando sua vez, mas também não passe por cima da fala dos outros. Lembrando sempre que a regra é responder bem ao que foi perguntado – não adianta sair dando opinião que ninguém pediu.

4. Faça!

Conseguiu? Entrou? Então a parte difícil começa agora. Não espere apenas aprender: faça planos, proponha projetos, e tente inovar. Cansa, eu sei. Mas a gente preparou esse compilado de 11 frases inspiradoras para você ter uma carreira de sucesso. Pra frente, sempre.

Ei, não vá embora sem assinar a nossa newsletter!

É só colocar seu e-mail aqui em baixo para receber os melhores conteúdos do blog.

Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!

Veja também

Gostando dos conteúdos?

Receba as atualizações no seu e-mail! Insira seu endereço ao lado e não perca as novidades.

Obrigado por se inscrever! Em breve você receberá nossas atualizações no seu e-mail!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!