Blog do UNASP

Setembro Amarelo: precisamos falar sobre a prevenção ao suicídio.

[vc_row][vc_column][vc_text_paragraph]

Diante do crescimento dos índices de suicídio no Brasil, o movimento mundial do Setembro Amarelo tem ganhado força no país e ajudado muita gente. O assunto é sério, e nós precisamos conversar sobre ele. 

Se você está por dentro das redes sociais provavelmente já deve ter lido ou visto alguma postagem sobre a campanha do Setembro Amarelo. Ela foi criada com o intuito de informar as pessoas sobre o suicídio, suas causas, tratamento e a importância de cuidar da saúde emocional.

Porém, você deve estar se perguntando o motivo de abordarmos esse assunto aqui no blog. Afinal, que assunto meio chato de se falar, né? Sim, é assunto delicado, mas extremamente necessário.

Infelizmente, assim como a AIDS e as demais doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) eram tabus há décadas atrás, o suicídio continua sendo. O número alarmante de vítimas e a dor que o suicídio provoca aos familiares e amigos, fez com que essa mobilização em prol da vida fosse necessária.

Separamos algumas informações para que você conheça mais sobre a campanha e entenda mais sobre o assunto. Então, vamos lá?

Suicídio silencioso

Provavelmente você já deve ter ouvido histórias ou conhecido pessoas que cometeram suicídio. E essa situação é extremamente delicada e triste, não é apenas para a vítima como também para as pessoas próximas a ela. No entanto, por mais que seja difícil tocar no assunto é necessário abordá-lo.

Por ter se tornado uma causa que mata mais que algumas doenças, hoje o suicídio é considerado como um problema de saúde pública. De acordo com números atualizados, disponíveis no site oficial da campanha, são 32 brasileiros mortos por dia. O que corresponde a uma taxa superior das vítimas da AIDS e da maioria dos tipos de câncer.

No entanto, por ser um tema pouco abordado e com diferentes causas, o suicídio se tornou um mal silencioso que acontece quando menos se espera. Para virar esse jogo nós precisamos entender o cenário, para poder combatê-lo.

O que a campanha tem feito

Semelhante com o que acontece em campanhas como Novembro Azul e Outubro Rosa, durante o Setembro Amarelo são realizadas ações diversas espalhadas pelo país. Essas ações possuem o intuito de mostrar à comunidade a relevância do assunto.

Então, nessa época é possível ver diferentes empresas apoiando a causa. Passeatas são realizadas nas grandes cidades, monumentos emblemáticos são iluminados da cor amarela e voluntários e universitários vão às ruas para distribuir folhetos e para falarem sobre a prevenção ao suicídio.

Pode não parecer, mas toda essa mobilização faz com que mais pessoas entendam sobre o suicídio. A conscientização faz com as pessoas aprendem a lidar com outras pessoas que estão passando por uma doença emocional que antecede o ato. Como a depressão, que é mais comum entre as vítimas.

Além disso, a campanha promove os centros de atendimentos que ajudam as pessoas que estão pensando em cometer suicídio. Segundo a Organização Mundial da Saúde, 9 em cada 10 casos de suicídio poderiam ser prevenidos, por isso a campanha é tão importante.[/vc_text_paragraph][vc_text_paragraph]

Está gostando dos conteúdos?

Assine a newsletter e receba todas as novidade direto no seu e-mail![/vc_text_paragraph][vc_newsletter_with_email list_id=”47b58773cd” woopra_actions=”newsletter:gostando_conteudos_blog” return_type=”Mensagem de sucesso abaixo” title=”Está gostando do conteúdo?” subtitle=”Assine a nossa newsletter e receba as novidade do Blog do Unasp direto no seu email!” newsletter_msg_success=”Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!” newsletter_id=”blog_conteudo_1″][vc_text_paragraph]

O que eu posso fazer?

Se você ouviu de um amigo ou parente frases que dão a entender que a morte é a solução para os problemas, ou viu algumas atitudes diferentes e que tendem ao mal, fique atento. Esse é o momento para agir e oferecer ajuda. Embora a maioria de nós não saiba como agir (pois não somos especialistas como Psicólogos e Psiquiatras), nós podemos ajudar no primeiro momento. No entanto não esqueça de alertar os familiares ou incentivar que o seu amigo procure a ajuda de um especialista.

Em suma, mostre-se aberto e interessado em ajudar. Ouça. Sério, ouvir e mostrar-se atento ao que a pessoa está falando é muito importante! Evite termos como: “supera isso!” ou “é só frescura, logo passa”. Quando uma pessoa está sentido-se mau consigo mesma, a última coisa que ela precisa é desse tipo de apoio. Seja gentil e mostra-se aberto.

Outra coisa. Você pode até ouvir, mas por favor, indique um acompanhamento profissional com Psicólogos e ou Psiquiatras. Você não vai ser a solução dos problemas da pessoa. Além disso, você também pode indicar o CVV, que pode ajudar vocês naquele momento, pois estão a uma ligação ou a um chat de distância e atendem 24h.

Fundada em 1962, o Centro de Valorização da Vida (CVV), é uma organização não governamental que busca valorizar a vida e prevenir o suicídio através de apoio emocional. Eles oferecem atendimentos de maneira voluntária, gratuita e sigilosa.

Portanto, é um serviço que fica disponível 24h por dia, durante toda a semana. Eles oferecem ajuda que podem ser feitas através de chat online, telefone, e-mail e voip via Skype. Se você preferir, pode se dirigir a um dos pontos de atendimento mais perto de você em horário comercial, é só conferir clicando aqui.

Você pode obter outras informações sobre o CVV ligando no número 188.

Matéria Especial

Jornalistas do programa Redação NT, realizaram um bate papo muito interessante sobre a campanha do Setembro Amarelo e o alerta sobre o suicídio. Veja só:[/vc_text_paragraph][vc_video link=”https://www.youtube.com/watch?v=Iz7_hGWw0_w ” align=”center”][vc_text_paragraph]Acessando o site do programa é possível encontrar outras reportagens que abordam temas semelhantes e que são importantes de saber, como: Índice de suicídio é maior entre homens e pobres e negros têm maior tendência a ter depressão.

 A importância do Setembro Amarelo

A cada 45 segundos, uma (1) pessoa comete o suicídio ao redor do mundo, de acordo com o site oficial do CVV. É um cenário assustador que faz parte do nosso dia a dia. Por isso, é tão importante falarmos sobre isso.

Claramente temos um problema que é ignorado pela maioria das pessoas por não entenderem a complexidade e a dimensão que o suicídio pode tomar. Não é legal que amigos, parentes ou nós mesmos pensemos em tirar a própria vida. Infelizmente isso está cada vez mais comum, mas com ajuda de todos podemos fazer diferente.

Logo, a campanha Setembro Amarelo é importante para mim, para você e para o Brasil. Compartilhe o site oficial da campanha e facilite que pessoas que precisam de ajuda, a encontre.

Vamos conversar galera! Vamos aproveitar esse mês para levantar essa bandeira amarela <3

Até a próxima![/vc_text_paragraph][vc_text_paragraph]

Ei, não vá embora sem assinar a nossa newsletter!

É só colocar seu e-mail aqui em baixo para receber os melhores conteúdos do blog.[/vc_text_paragraph][vc_newsletter_with_email list_id=”47b58773cd” woopra_actions=”newsletter:gostando_conteudos_blog” return_type=”Mensagem de sucesso abaixo” title=”Não vá embora sem assinar a newsletter!” subtitle=”Assine a nossa newsletter e receba conteúdos direto no seu email.” newsletter_msg_success=”Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!” newsletter_id=”blog_conteudo_2″][vc_text_paragraph]

Leia também:

• Saúde emocional: aplicativos para você aprender a lidar com as emoções.

• Sua rotina pode melhorar infinitamente com essas 10 atitudes.

• Minimalismo: um documentário sobre as coisas importantes da vida.

• 7 Atitudes que vão te ajudar a aliviar o estresse do cotidiano.[/vc_text_paragraph][/vc_column][/vc_row]

Veja também

Gostando dos conteúdos?

Receba as atualizações no seu e-mail! Insira seu endereço ao lado e não perca as novidades.

[vc_newsletter_with_email newsletter_id="blog" newsletter_msg_success="Obrigado por se inscrever! Em breve você receberá nossas atualizações no seu e-mail!"]