Blog do Unasp

O que você precisa saber de inglês – dica #1

Blackboard_do_you_speak_English

Não existem mais dúvidas, o inglês é a língua mais usada em vários locais. Antigamente no mercado de trabalho, saber inglês era considerado um plus, um algo a mais para que você se destacasse entre os demais concorrentes. Já nos dias de hoje, se você não sabe o básico de inglês (pelo menos para se virar), você nem passa da primeira eliminatória na busca de emprego. Ainda não está convencido? Vá em um país onde a língua nativa não é o português sem saber falar inglês para ver se você consegue se comunicar bem com as pessoas. Tudo bem que você pode até tentar uma comunicação por gestos, ou outros truques, mas como eu disse, você não vai conseguir se comunicar BEM.

Sabendo disso, vamos ao post de hoje:

O inglês, apesar de ser estudado por muitas pessoas, ainda pode causar confusão na hora de escrever um texto. Independentemente do tempo que você já estuda o idioma, é possível que você já tenha cometido pelo menos um dos erros abaixo. Confira quais são esses erros, e aprenda um pouco mais sobre a língua inglesa:

1 – “I” e “me”

Enquanto o “me” deve seguir as preposições (of, in, on, etc) e acompanhar os objetos diretos e indiretos de uma frase, o “I” só deve ser utilizado quando você é o sujeito da oração. Exemplo: “I love chocolate” e “Do you want to go to the movies with me?”

2 – Apóstrofo

O apóstrofo, na lingual inglesa, só deve ser utilizado para se referir a possessões, e nunca ao plural. Por exemplo: “This is Alice’s book”. Quando o nome terminar com a letra s, o apóstrofo vem depois, e nunca dobrado: “Do you want James’ number?”.

3 – “Than” e “then”

Por mais parecidas que sejam essas palavras, os usos delas são completamente distintos. O “then” tem o sentido de tempo, como na frase a seguir: “I went to the mall then I went home”. Agora, se você quer comparar duas coisas, utilize “than”: “I’m older than Alex”.

4 – “Less” e “fewer”

A regra mais básica para saber quando utilizar “less” ou “fewer” é: se você pode contar, utilize “fewer”. Se você não consegue contar, use “less”. Exemplos: “I have fewer oranges than him” e “I have less time to eat”.

5 – “Over” e “more than”

Para números, quantidades e objetos utilize “more than”, como na frase: “I have more than twenty books”. Agora, se você irá fazer comparações espaciais, “over” é mais correto. Por exemplo: “The bird flew over the tree”.

6 – Confundir adjetivos com advérbios

Assim como no português, as frases em inglês também precisam de advérbios. “I’ll do it careful” não faz sentido, por isso, utilize “I’ll do it carefully”. Nunca esqueça de adicionar o –ly no final.

7 – “To” e “too”

Você utiliza o termo “to” no início de verbos no infinitivo “to play” e como preposição “I’ll give it to you”. Agora, o “too” sempre irá expressar excesso de algo, como na frase a seguir: “It’s too hot out there!”.

8 – “Loose” e “lose”

Quando algo está meio frouxo, ele está “loose”: “My shoes are loose”. Enquanto isso, “lose” significa perder algo. Por exemplo: “I lose my breath”.

9 – “It” e “It’s”

“It’s” é apenas uma contração para o termo “it is”, ou seja, para preceder alguma informação ou fato: “It’s awesome!”. O termo “it’s” é o possessivo de “it”, que sempre se refere a animais e objetos. Por exemplo: “The dog want it’s bone”. 

Fonte

Veja também

Gostando dos conteúdos?

Receba as atualizações no seu e-mail!
Insira seu endereço ao lado e não perca as novidades.