Blog do Unasp

Big Data: O que é e como ele influência a indústria e o mercado?

Você já ouviu falar em Big Data, e como esse conceito é tão importante e relevante atualmente?

Big data. Entre tantos outros nomes, este é um dos mais famosos e que melhor representa, para muitos, os avanços tecnológicos que estamos vivendo atualmente. Contudo, apesar de muito se comentar sobre, poucos realmente sabem e entendem o que esta ferramenta consegue oferecer. E é por isso que agora a gente vai desmitificar, explicar e te dizer o como e por que esse termo nos beneficia no mercado e na indústria.

Sobre Big data

Se fosse para colocar o termo em uma explicação muito curta e direta, poderíamos chama-lo de “grande quantidade de dados”, estruturados ou não. O Big Data é uma coleta de dados, feita de forma sistemática e diária, e que ocorre não somente em empresas mas também com a população. Hoje me dia, basicamente todos os eletrônicos liberam dados que são coletados e armazenados nesse montante.

Assim, deixamos nossas pegadas sobre o que fazemos, pesquisamos e com quem nos relacionamos no universo digital. Porém, ao contrário do que se pensa, este acúmulo de dados não serve para as empresas vigiarem a sua vida em específico. Mas sim para traçar perfis de consumo.

O curioso, no entanto, é que o ato de coletar dados não é algo recente. Fazemos isso já há um bom tempo. E por isso poderíamos considerar a Big data como uma evolução do que já tínhamos conhecimento em estatística, comportamento humano e computação.

Está gostando dos conteúdos?

Assine a newsletter e receba todas as novidade direto no seu e-mail!

Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!

Como empresas e indústrias se beneficiam disso?

A indústria 4.0 tem chegado com grande presença nas empresas industriais. As agências de publicidade tem acesso a dados e pesquisas para tomadas de decisões mais certeiras. As empresas em geral, pagam para conseguir compreender este que é o consumidor complexo, para assim oferecer o melhor e personalizado. E a lista de áreas que se beneficiam disso continua de forma extensa.

Com a Big Data, o que antes não passava de uma intuição, tornou-se certezas, ou não, através das análises de dados. E isto se dá graças as suas características, que são comumente chamadas de 5 Vs.

Os 5 Vs:

  • Volume: A cada segundo uma imensa quantidade de dados é gerada. Pense em todas as informações que são compartilhadas através das redes sociais e dispositivos como o seu celular. Para você ter uma ideia, só no Facebook, são 10 bilhões de mensagens, 4,5 bilhões de curtidas e 350 milhões de fotos compartilhadas por dia. E é para lidar com esse volume que a Big Data armazena de forma separadas cada um deles através do software;
  • Velocidade: Aqui temos a referência a rapidez com qual todo aquele volume de dados exemplificado anteriormente é coletado. Em questão de segundos compras são feitas, pessoas compartilham suas vidas, planejam seus próximos passo e por aí vai. E com essa velocidade, o nosso amigo analisa-os no momento em que são criados para conseguir “dar conta” do volume;
  • Variedade: Como é possível perceber, não apenas um tipo, mas diferentes e diversos dados são apresentados a cada milissegundo. Dentro desse banco de informações, os dados que são considerados como não estruturados conseguem ser igualmente armazenados, catalogados e administrados com os tradicionais;
  • Veracidade: Apesar da quantidade, a informação só é válida se for verdadeira. Infelizmente o Big Data apenas não consegue identificar cada notícia falsa, por exemplo. Mas análise por volumes compensa as informações erradas;
  • Valor: Por fim, a questão do valor muito se aplica as empresas. Uma vez que a relevância dessas informações podem agregar valor nas estratégias e tomadas de decisão.

 

Você, Big Data e o mercado

Ultimamente muito tem se falado das profissões de futuro. E como bem sabemos, uma das áreas que mais estará presente é a da tecnologia. Como citado anteriormente, o consumidor se tornou mais complexo, e com isso a sua jornada de compra também. Além disso, todas as áreas da vida tem contato com a tecnologia atualmente, desde a indústria até a saúde.

O Brasil tem muito potencial e casos de empresas muito boas que já trabalham com o Big Data e demais avanços de forma incrível. Contudo, ainda precisa-se de mais especialistas e pessoas formadas para trabalharem na área e fazer parte desse crescimento e expansão. Mas não se engane, as graduações não preparam por completo para o mercado, mas são a porta de entrada que precisa ser trilhada rumo a uma especialização.

Ei, não vá embora sem assinar a nossa newsletter!

Coloque o seu e-mail aqui em baixo para receber os melhores conteúdos do blog.

Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!

Veja também

Gostando dos conteúdos?

Receba as atualizações no seu e-mail! Insira seu endereço ao lado e não perca as novidades.

Obrigado por se inscrever! Em breve você receberá nossas atualizações no seu e-mail!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!