Blog do Unasp

Linguagem corporal: veja como se portar em uma entrevista de emprego

Nós transmitimos muitas ideias e sentimentos através da linguagem corporal, inclusive no ambiente de trabalho. Descubra como o seu corpo pode interferir em uma entrevista.

Você já se sentiu incomodado por conversar com alguém que balança o tempo todo a perna ou com alguém que não fixa o olhar em você? Além disso, ainda tem aqueles que ficam te cutucando enquanto falam e até piscando demais. Pois é, o nosso corpo fala através de gestos; e isso chamamos de linguagem corporal.

Não raro utilizamos os nossos corpos com o objetivo de expressar o que sentimentos. Portanto, na maioria das vezes, nossas expressões corporais são até certo nível inconscientes; dependendo de como como agimos elas causar um desconforto para nós mesmos ou para outras pessoas.

No entanto, também já nos sentimos confortáveis e acolhidos durante uma conversa, certo?

Ou seja, a linguagem corporal pode incomodar ou acolher as pessoas, e isso vai depender exclusivamente dos envolvidos na situação.

Cerca de 70% da nossa comunicação é não-verbal. Logo, o nosso corpo literalmente fala. Sendo assim, as expressões faciais, gestos, postura e até como movimentamos os nossos olhos transmitem informações sobre nossos sentimentos e ideias.

Portanto, nossa postura é um excelente indicador do nosso grau de atenção, ansiedade e outros estados emocionais. Para acessar essas informações ou de forma consciente controlá-las, devemos conhecer um pouco da chamada Programação Neurolinguística – PNL.

Os recrutadores de emprego conhecem bem essa linguagem não-verbal e sabem avaliar o candidato através da sua linguagem corporal.

Linguagem corporal. Como devo me portar em uma entrevista?

Bem, vamos começar falando sobre o que você NÃO DEVE fazer em uma entrevista de emprego.

1 – Não cumprimente o entrevistador com um beijo ou abraço

Caso aconteça um beijo ou abraço, deve ser a partir da iniciativa do entrevistador e não sua. Na esfera profissional a melhor postura é um aperto de mão firme. Veja bem! Firme.

Então, não vá esmagar a mão do entrevistador. Um aperto exagerado irá transmitir desespero, descontrole ou até indicar um interesse em algo a mais. Por isso, evite este tipo de contato de primeira.

2 – Não gesticule demais

Evite gestos repetitivos. Gestos em excesso podem ser consideradas atitudes de personalidades arrogantes e prepotentes. Em suma, mantenha a calma e se for preciso, entrelace os dedos da mão e coloque sobre o colo para evitar que elas possam te atrapalhar.

Está gostando dos conteúdos?

Então, assine a newsletter e receba todas as novidade direto no seu e-mail!

Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!

3 – Não mexa no cabelo

Mexer constantemente no cabelo pode demonstrar necessidade de afirmação e necessidade urgente de aprovação a qualquer custo.

Dessa forma, pode passar a ideia de que se está jogando, escondendo algo ou até mesmo querendo tirar o foco da entrevista ou da sua resposta.

4 – Não roa unhas ou brinque com objetos

Além de demonstrar ansiedade, essa atitude pode indicar desinteresse pela vaga ou indiferença pela pessoa que está entrevistando.

5 – Não olhe para baixo enquanto fala

Essa postura pode demonstrar despreparo para a vaga, incerteza na resposta e insegurança em você mesmo.

6 – Não olhe para o relógio

Esse ato pode denunciar que você esteja com pressa. Ou seja, esta atitude certamente pode reprovar o candidato pois indica falta de paciência e faz acreditar que se contratado, não cumprirá com as tarefas solicitadas.

Então, o que eu devo fazer?

Provavelmente você esteja se afirmando: “Nossa, quanta coisa preciso evitar”, certo? No entanto, também listamos algumas dicas das coisas que você DEVE fazer durante uma entrevista de emprego e utilizar a linguagem corporal ao seu favor.

1 – Sorria

A primeira imagem que o entrevistador deve ver é um sorriso. Sabe quando você chega a casa e seu cachorro abana o rabo sem parar e você adora isso? Pois é, é a forma do seu cachorro sorrir para você.

Então, lembre-se que adoramos ter um primeiro contato que seja alegre e amistoso. Portanto, sorria, obviamente, de forma moderada. Então, não precisa exagerar como o seu cachorro faz, rs.

Além disso, o sorriso irá transmitir segurança, simpatia e felicidade gratidão pela oportunidade.

2 – Mantenha a postura ereta

Ficar em posição ereta demonstra equilíbrio e interesse na situação. Logo, encolher os ombros para frente ou se reclinar demais pode demonstrar atitude de defesa, como se você não estivesse sendo sincero ou aberto a responder perguntas.

3 – Faça contato visual

Olhe para o rosto do entrevistador. Foque entre olhos e boca e por vezes olhe diretamente nos olhos. Sendo assim, olhar de forma equilibrada transmite segurança, confiança e conforto com a situação.

4 – Tenha uma expressão neutra

Mantenha um rosto sereno e neutro. Então, evite transmitir informações desnecessárias sobre a situação ao entrevistador que podem te prejudicar.

Ou seja, fazer uma cara de nojo em comentários que você não gostou ou expressões de soberba durante suas respostas, podem ser prejudiciais.

5 – Braços e pernas descruzados

Manter pernas e braços cruzados pode demostrar bloqueio para as informações e como se sua opinião fosse a única verdade.

Por isso, procure deixar os braços soltos e pernas descruzadas. Isso demonstra que você está atento e aberto ao que o entrevistador está dizendo ou perguntando. Mostra que você está seguro e confiante.

6 – Saiba aceitar Feedbacks

Independente de como tenha sido a reunião ou se você recebeu ao final da entrevista, uma resposta negativa, seja maduro. Receba bem um feedback e agradeça pelo aprendizado.

Dessa forma, você estará demonstrando empatia e sabedoria, indicando que você tem talento para trabalhos em equipe e está disposto a aprender e melhorar. Além disso, essa atitude pode fazer até com que a decisão da entrevista mude. Já pensou?

Garantindo emprego através de uma boa Linguagem Corporal

Hoje, ter só um currículo bom e falar fluente outras línguas, não garante vaga ou emprego.

Então, o conjunto de quem você é, o que você quer e como é sua postura e opinião em assuntos de trabalho e da sociedade, possuem um peso muito grande na hora da contratação.

Por isso, não deixe de se manter atualizado e realizar boas práticas, utilizando a linguagem corporal.

Há interesse em saber mais sobre o que o nosso corpo fala? Se quiserem uma dica de leitura, invistam no livro O Corpo Fala, de Pierre Weil e Roland Tompakow.

Ei, não vá embora sem assinar a nossa newsletter!

Por isso, coloque o seu e-mail aqui em baixo para receber os melhores conteúdos do blog.

Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!

Veja também

Gostando dos conteúdos?

Receba as atualizações no seu e-mail! Insira seu endereço ao lado e não perca as novidades.

Obrigado por se inscrever! Em breve você receberá nossas atualizações no seu e-mail!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!