Blog do Unasp

8 hábitos para manter a mente saudável

Saúde dos pés á cabeça (e mente). Aprenda os hábitos que vão te ajudar a se tornar uma pessoa mais leve, feliz e saudável!

Dia 7 de Abril é conhecido como o “Dia mundial da saúde”. Este dia foi criado com a intenção de conscientizar os indivíduos sobre a saúde em geral. Esta também é a data de “aniversário” da criação da Organização Mundial da Saúde (OMS), que surgiu em 1948. Por essa razão, é muito comum nesse dia termos contato com diversos tipos de conteúdos que nos incentivam a fazer exercícios, comer de forma saudável, criar uma rotina com hábitos que nos auxiliem a viver com qualidade.

Entretanto, podemos identificar que nos últimos anos outro ponto da nossa saúde tem recebido mais atenção: a mental. O motivo disso ocorrer é simples, os dados de pessoas que sofrem com depressão e ansiedade no mundo atualmente são muito altos.

De acordo com a OMS, aproximadamente 300 milhões de pessoas possuem depressão. Além disso, só no Brasil cerca de 9,3% da população sofrem de ansiedade. Preocupante, você também não acha?

A boa notícia é que existem tratamentos eficazes para ambos. Atualmente, além das terapias e medicamentos, há alguns hábitos que fazem toda a diferença na hora de manter a mente mais equilibrada e saudável, não só como tratamento, mas também com maneira de prevenção.

Deste modo, pensando na saúde emocional, preparamos uma lista de 8 hábitos para manter a sua mente saudável, mesmo em meio a tanta correria.

1. Pense

É um pouco estranho começar com uma atitude que, muitas vezes, é a causa das enfermidades mentais. Acontece que se primeiramente aprender a pensar, o resto das dicas vão funcionar. 

Em vista disso, o que quero dizer é que torna-se necessário alimentar pensamentos positivos sobre você mesmo e as situações do dia a dia. Não, não estou me referindo a algo fantasioso, mas sim que envolve disciplina.

Primeiro, você precisa entender que a mente é tão plástica e serva sua, que ela irá te obedecer. Segundo, faça o processo de forma leve, tendo no pensamento que todo progresso leva tempo. Por último, pegue um caderninho e escreva, pois neste se encontrará a sua futura coleção de bons pensamentos. Como aplicar esse exercício? Simples! A cada 1 pensamento ruim que tiver, você deve anotar 3 bons. Parece que não vai funcionar, eu sei. Mas eu mesma testei e tenho feito até hoje. 

2. De dentro para fora

Quem não curte comer? Aquela explosão de sabores na boca, as memórias associadas, e o que falar da alegria após uma boa refeição? Infelizmente, o que não nos contam é sobre o mal que comer errado, ou pior, viver mudando de dietas para emagrecer, pode causar a nossa preciosa mente.

O correto é, mais uma vez com leveza e paciência, modificar os hábitos alimentares gradativamente para ser algo saudável em todos os aspectos. Logo, pequenas atitudes diárias podem te ajudar. Como, por exemplo, passar a evitar produtos com alto índice glicêmico e carboidratos pobres em fibras, por exemplo.

Também incluir proteínas, fibras e alimentos com baixos níveis de gordura. Inclusive, vale ressaltar que a água é sempre bem-vinda. Além de alimentar a mente e o corpo, você vai passar a sentir-se mais vivo e leve, pode acreditar.  

3. Corra, serzinho, corra!

Vamos falar sobre exercícios. E sim, sei que a rotina corrida pode parecer sugar todo o tempo que existiria para movimentar o corpo. Mas, e se eu te contar que, com carinho e gestão de tempo, você consegue fazer, no mínimo, 20 minutos de atividade física moderada?

Acorde um pouco mais cedo, ou encontre um tempinho disponível na agenda. Se você tiver mais tempo, invista em exercícios ao ar livre. No entanto, para aqueles que mal conseguem comer pela manhã, existe uma modalidade chamada HIIT, que te ajuda a fazer exercícios em 10 minutos, ou menos, com uma super intensidade.

Calma! É super possível de ser feito, juro. Qualquer atividade já conta. Só não corte isto da sua agenda, pois esse pequeno momento vai te ajudar a oxigenar o cérebro na parte que mais recebe estresse e pressão. Inclusive, aqui no blog nós já demos algumas dicas de tipos de exercícios para fazer ao ar livre.

Está gostando dos conteúdos?

Assine a newsletter e receba todas as novidade direto no seu e-mail!

Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!

4. Zen time

Uma ótima pedida para qualquer momento do dia, mas principalmente antes de dormir. A meditação pode te trazer um estado de paz interior muito grande. Ao mesmo tempo, ela também auxilia a entender seus pensamentos com fluidez e sem desesperos.

Igualmente ao exercício, você pode escolher o tempo de duração desta meditação. Inclusive, existe um aplicativo no qual você diz a emoção que está sentido e ele te leva a meditar por mais ou menos 5 minutos, sendo o mínimo. Você pode encontrar ele aqui.

5. Música

Música faz parte das nossas vidas quase que diariamente, em diferentes formas e estilos. Sabemos que as melodias têm um efeito sobre nossas mentes, sendo a música clássica uma das mais benéficas. Mozart, por exemplo, pode te ajudar a ter mais foco e na liberação de dopamina, importante substância do cérebro.

Dedique ao menos 30 minutos do dia para escutar e produzir algo criativo, ou ao menos pensar. Lembrando que o melhor é sempre associar as coisas para conseguir tempo, a exemplo do que será dito no próximo tópico.

6. Leia

E se você pudesse ler pelo menos uns 2 ou 3 livros por trimestre? Ou quem sabe mais! O hábito da leitura ainda é pouco aqui no Brasil. O que é uma pena, já que essa prática nos deixa mais leves por conta da ativação do cérebro ao aprender algo novo todos os dias.

Semelhante à música, dedique ao menos 30 minutos de leitura todos os dias e, para ganhar tempo, que tal unir com a música clássica?

7. Ô sol

Vitamina D e o que há! Tome banho de sol todos os dias por ao menos 10 minutos. Mas calma que não precisa estar em trajes de banho para isso. Você pode separar esse momento na correria para sentar e estender os braços com mãos abertas sobre as coxas, desta forma você irá absorver bastante vitamina.

Outra opção é fazer os exercícios físicos ao ar livre. Entretanto, há até outra forma do sol ajudar-nos: com seu lindo pôr ou nascer. Observar, ao menos uma vez na semana, um desses dois fenômenos – sem interrupções externas – vai te ensinar a permanecer. Ou seja, estar e curtir o momento, hoje. Algo muito bom para a ansiedade e depressão.  

8. Descanse

Depois de tantas coisas feitas, não há nada melhor que o descanso! E este é essencial não somente para renovar o cansado corpo, mas a exausta mente. Lembre-se de procurar priorizar seu momento de sono. Escureça o local que for dormir, consiga todo o silêncio que conseguir e embale em sono profundo. Depois de uma meditação então, é maravilhoso!

Ei, não vá embora sem assinar a nossa newsletter!

É só colocar seu e-mail aqui em baixo para receber os melhores conteúdos do blog.

Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!

Veja também

Gostando dos conteúdos?

Receba as atualizações no seu e-mail! Insira seu endereço ao lado e não perca as novidades.

Obrigado por se inscrever! Em breve você receberá nossas atualizações no seu e-mail!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!