Blog do Unasp

Veja 5 formas de começar uma redação dissertativa

Dar o primeiro passo nem sempre é fácil, e quando se trata de escrita parece complicar ainda mais. Começar uma redação pode ser um desafio, no entanto há algumas técnicas que podem ajudar. Veja só! 

A maioria dos vestibulares, incluindo o ENEM, possuem a mesma forma e exigência da redação. Sendo ela na forma de texto dissertativo-argumentativo, o que possibilita ao candidato a construção da sua tese, e a defensa dela através de um ponto de vista pessoal. 

Durante a construção do texto acabamos por fazer diversos rascunhos com os argumentos a serem defendidos, buscando construir uma linha de raciocínio. Entretanto, sabemos que mesmo com todas as informações possíveis na ponta da caneta, iniciar a redação nem sempre é uma tarefa tão fácil assim.

É por isso que vamos buscar, neste post, ensinar você a resolver o problema de “como começar a redação”, e assim ajudá-lo a conquistar a atenção de quem ler a sua redação logo na primeira frase.

Não comece com a escrita

“Como assim não iniciar um texto pela escrita?”

Pois é, por mais estranho que isso possa parecer, uma excelente redação não começa com o início dela, mas sim com o planejamento. Depois que você ler os textos de auxílio e entendê-los, além da temática, separe um espaço para montar aquela que será a sua linha guia. Se atente aos pontos essenciais:

  • Tema e as correlações entre textos e ele, junto ao que foi compreendido por você;
  • Por quê estamos “falando” sobre esse tema agora? Qual a importância nele em nosso contexto?;
  • Teses. Uma ou duas teses sobre a temática;
  • Como as teses respondem a problemática do tema?;
  • Argumentos que entrem no contexto;
  • Possíveis citações que possam ser usadas dentro da temática;
  • Dados que tenha ligação com o pedido na redação;
  • Sua proposta de intervenção.

Existem alguns outros pontos que você pode adicionar ao seu planejamento, já que ele é personalizável de acordo com as suas necessidades e conhecimentos. Após isso, é bem provável que você já tenha uma estrutura, ao menos se espera que sim, de onde vai querer incluir cada ponto citado. Assim, passamos para o segundo passo.

Está gostando dos conteúdos?

Assine a newsletter e receba todas as novidade direto no seu e-mail!

Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!

Estratégias de introdução

Existem muitas maneiras de fazer uma introdução para a redação, e é bem verdade que quanto mais prática e leitura você tiver, mais fácil será de construir um texto. Mas se mesmo assim a dificuldade continuar, há algumas estratégias que podem te ajudar. E agora eu vou te mostrar algumas delas.

1. Citação

Uma das maneiras é usar citações. No entanto, é preciso tomar cuidado com o uso de citações. É necessário que você tenha certeza das suas fontes e use-as de forma confiável, além da maneira certa de escrevê-las.

As citações coringas são uma ótima, no entanto antes de sair citando por aí, estude o contexto de cada uma para não usa-las de forma errada. Você igualmente pode usar revistas, artigos e jornais para citar, só esteja seguro da informação e indique a fonte. Nesse post falamos um pouco mais sobre como fazer citações.

2. Alusão histórica

Esse tipo de introdução funciona como forma de relato, para contar ou relembrar algum fato histórico. Essas não são como as citações, mas sim uma referência temática. Podendo ser usada ora na introdução e outrora no decorrer da redação, relembrando-a.

É igualmente importante ter segurança deste conhecimento para usá-la de forma correta. Semelhantemente as citações é preciso criar o seu arsenal de alusões. Existem alguns fatos históricos que foram tão importantes para a história da humanidade, que quase sempre podem ser usados. Como por exemplo a Revolução industrial, II Guerra mundial e Grécia antiga. Vale a pena dar uma revisada nos temas históricos de grande importância para mudanças sociais, políticas e econômicas. 

3. Conjunto de elementos

Aqui será possível utilizar uma junção e exposição de elementos, palavras, que descrevam o atual contexto que tenha ligação com a temática abordada. Essa junção permite que possamos fazer de uma forma mais autoral, e se bem feita, pode até mesmo despertar a atenção do leitor, ou sensações. Um exemplo disto seria: Político. Econômico. Religioso. Esses são alguns dos motivos que já levaram à existência de muitos fluxos migratórios pelo mundo […]”. E por aí segue o desenvolvimento da introdução.

OBS: este é um exemplo real de uma redação nota 1000 feita no ano de 2012.

4. Contraposição

Basicamente esta estratégia se resume em introduzir uma afirmação sobre algo e em seguida fazer um contraponto sobre (entretanto, contudo, todavia, etc). A ideia é causar um conflito, o uso de duas coisas contraditórias uma a outra que se complementam.

5. Definição

Por fim, é também possível começar o seu texto usando a estratégia de definição. Iniciar uma redação com a definição de uma palavra, ou conceituando o termo. Ora por dicionário, ora por contextos histórico, outrora por definição teórica. O tipo de definição quem escolhe é você. Use este método com cuidado e sabedoria, para conseguir passar a mensagem corretamente.

Concluindo 😉

Para finalizar, não vamos esquecer que a introdução é o ponto em que nós contextualizam o leitor sobre o que está acontecendo, então não perca isso de vista. Igualmente, é interessante que descubras sua estratégia e pratique ela durante todo o ano para conseguir ter facilidade em aplicar. Bem, por hoje é só! Te desejo uma boa sorte na escrita! Classe, dispensada.

Ei, não vá embora sem assinar a nossa newsletter!

É só colocar seu e-mail aqui em baixo para receber os melhores conteúdos do blog.

Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!

Veja também

Gostando dos conteúdos?

Receba as atualizações no seu e-mail! Insira seu endereço ao lado e não perca as novidades.

Obrigado por se inscrever! Em breve você receberá nossas atualizações no seu e-mail!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!