Blog do UNASP

Entenda melhor o que é ensino híbrido e como aplicá-lo na escola

[vc_row][vc_column][vc_text_paragraph]

O Ensino Híbrido é um modelo que facilita a combinação, de uma forma estruturada, das aulas presenciais com a tecnologia. Entenda mais sobre o assunto e como implementar o modelo na educação.

As tecnologias digitais mudaram a nossa maneira de encarar a vida, os processos cotidianos, o trabalho e inclusive a educação. Auxiliadora e complementar, é inquestionável a importância da tecnologia em nossas vidas. No entanto, em alguns casos apenas o uso da tecnologia não basta, como por exemplo, na educação. Daí que entra o Ensino Híbrido, combinando o uso da tecnologia digital com as interações presenciais.

O ensino híbrido é um modelo que facilita a combinação, de uma forma estruturada, das aulas presenciais com a tecnologia. No entanto, não basta apenas colocar computadores em sala de aula ou facilitar o acesso dos conteúdos pela internet, por exemplo. O ensino híbrido é uma mistura metodológica que impacta não apenas as situações de aprendizagem dos alunos, mas também nas situações de ensino dos professores. É preciso pensar no processo todo.

O que Ensino Híbrido?

Há diferentes tipos de definições na literatura sobre o que é o Ensino Híbrido. No entanto, todas apresentam de forma geral a convergência de dois modelos de aprendizagem: o presencial, que é o processo que ocorre em sala de aula, e online, que utiliza a tecnologia para disseminar o ensino.

No modelo híbrido a ideia é que educadores e estudantes possam tanto ensinar quanto aprender em tempos e lugares variados. Principalmente no ensino superior, onde a educação a distância (EaD) está sendo cada vez mais disseminada. Dessa forma, em alguns casos, as disciplinas são ministradas presencialmente e, outras, apenas a distância.

Em suma esse pode ser o uso original do termo. No entanto, o Ensino Híbrido evoluiu para abarcar um conjunto de estratégias de aprendizagem. Logo, o modelo ressalta que não existe uma forma única de aprender e que aprender é algo contínuo e multifacetado.

[/vc_text_paragraph][vc_text_paragraph]

Está gostando dos conteúdos?

Assine a newsletter e receba todas as novidade direto no seu e-mail![/vc_text_paragraph][vc_newsletter_with_email newsletter_id=”blog_conteudo_1″ newsletter_msg_success=”Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!”][vc_text_paragraph]

Desafios da implementação

Assim como todo método, implementar o Ensino Híbrido também tem seus desafios. Afinal, é necessário lembrar que para utilizá-lo de forma eficiente é preciso ter uma mudanças em vários níveis, como:

• infraestrutura;

• formação continuada dos professores;

• currículo;

• práticas de sala de aula;

• modos de avaliação, entre outros.

Tais mudanças possuem o intuito de facilitar o uso do Ensino Híbrido, no entanto, é preciso ressaltar a importância da formação do professor. Afinal, é preciso que ele saiba como utilizar as tecnologias em sala de aula de forma integrada ao ensino. Uma vez que o ganho será muito maior se as tecnologias digitais forem utilizadas como ferramentas de personalização das ações de ensino e aprendizagem.

Dessa forma, a reflexão sobre a relação entre a avaliação e personalização do processo tonar-se necessário em cada instituição. Isso significa que cada escola, universidade, ou outra instituição de ensino, precisa refletir como o Ensino Híbrido poderia ser implementado. Não há uma fórmula que funcione para todas as diferentes realidades. Tal avaliação é um diagnóstico que resultará em escolhas mais assertivas.

Quais são os modelos mais utilizados de Ensino Híbrido?

Dentro do Ensino Híbrido há algumas propostas de espaços de ensino-aprendizagem bem interessantes. Confira.

• Rotação por Estações: na qual os estudantes realizam diferentes atividades, em estações, no espaço da sala de aula;

• Laboratório Rotacional: neste modelo, os estudantes usam o espaço da sala de aula e laboratórios;

• Sala de Aula Invertida: na sala de aula invertida, a teoria é estudada em casa, no formato online, e o espaço da sala de aula é utilizado para discussões, resolução de atividades, entre outras propostas;

• Rotação Individual: nesse modelo cada aluno tem uma lista das propostas que deve contemplar em sua rotina para cumprir os temas a serem estudados.

Você percebeu nos exemplos acima como os dois ambiente de aprendizagem, a sala tradicional e o ambiente virtual estão cada vez mais complementares?

Agora é com você, professor!

O papel desempenhado pelos professores sofre algumas alterações no formato de Ensino Híbrido. Afinal, nessa proposta há uma busca pelo desenvolvimento da autonomia dos alunos para que estes possam trabalhar em grupos e compartilharem conhecimentos. 

Dessa forma, o Ensino Híbrido parte de uma proposta metodológica que impacta na ação do professor em situações de ensino e na ação dos estudantes em situações de aprendizagem. O que se espera é que haja essa troca entre os pares com diferentes habilidades e conhecimentos. Tornando o processo mais fluído e com mais participação.

Portanto, agora é com você professor! Como vc analisaria a sua sala de aula? Como você implantaria o Ensino Híbrido à sua realidade e de seus alunos?

Conclusão

De maneira geral o Ensino Híbrido possibilita algumas análises sobre a importância de refletir sobre a organização e disseminação das atividades didáticas. Aliar o offline do online, e dessa forma, criar maneiras criativas e acessíveis.

É preciso lembrar sempre que o contexto educacional sofreu e continua sofrendo várias mudanças. Portanto, é papel dos educadores buscar soluções para extrair o melhor dos dois mundos.[/vc_text_paragraph][vc_text_paragraph]

Ei, não vá embora sem assinar a nossa newsletter!

É só colocar seu e-mail aqui em baixo para receber os melhores conteúdos do blog.[/vc_text_paragraph][vc_newsletter_with_email newsletter_id=”blog_conteudo_2″ newsletter_msg_success=”Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!”][vc_text_paragraph]

Leia também

• Já ouviu falar na metodologia da Sala de Aula Invertida?

• Bons motivos para fazer uma pós em Educação Especial Inclusiva

• Pós-graduação: conheça 9 cursos com foco em educação

[/vc_text_paragraph][/vc_column][/vc_row]

Veja também

Gostando dos conteúdos?

Receba as atualizações no seu e-mail! Insira seu endereço ao lado e não perca as novidades.

[vc_newsletter_with_email newsletter_id="blog" newsletter_msg_success="Obrigado por se inscrever! Em breve você receberá nossas atualizações no seu e-mail!"]