Blog do Unasp

Os elementos mais importante que compõem uma redação narrativa

Conhecer mais sobre como é a formação e a estrutura do estilo narrativo da redação é muito importante para os vestibulares. Conheça os principais elementos e as suas características.

Entender os elementos e a estrutura de um bom texto de redação é essencial na hora de fazer uma prova. E não importa qual seja a proposta, dissertativa, descritiva ou narrativa, todas elas possuem estruturas próprias.

Seguir o modelo de introdução, desenvolvimento e conclusão é um caminho sem erro. No entanto, muitas pessoas desconhecem ou não seguem algumas dicas valiosas sobre a produção desses textos.

Diante disso, será que para escrever uma boa redação você precisa apenas narrar uma história com começo, meio e fim? Não! Existem alguns outros elementos e características importantes e imprescindíveis. Logo abaixo vamos mostrar alguns deles, especificamente da redação narrativa. 

Elementos da narrativa

Seguir a estrutura de introdução, desenvolvimento e conclusão é algo obrigatório. Narrar um fato e acontecimento também. Portanto, definido isso você precisa saber como encaixar sua narração nesse formato e não errar.

São 6 os pilares ou elementos da narrativa que não podemos esquecer: Enredo, Espaço, Tempo, Ação, Narrador e Personagem.

Enredo

O enredo é um elemento fundamental para a narrativa. Trata-se do conjunto de fatos que acontecem, ligados entre si e que contam as ações dos personagens. Ele é dividido em algumas partes:

• Situação inicial: é quando o autor apresenta os personagens e mostra o tempo e o espaço em que estão inseridos, geralmente logo na introdução;

• Estabelecimento de um conflito: um acontecimento é responsável por modificar a situação inicial dos personagens, exigindo algum tipo de ação;

• Desenvolvimento: ao longo desta seção, o autor conta o que os personagens fizeram para tentar solucionar o conflito;

• Clímax: depois de diversas ações dos personagens, a narrativa é levada a um ponto de alta tensão ou emoção, uma espécie de “encruzilhada literária” que exige uma decisão ou desfecho;

• Desfecho: é a parte da narrativa que mostra a solução para o conflito.

Espaço

Espaço é o lugar em que a narrativa acontece. Ele é importante não só para situar o leitor quanto ao local, mas principalmente porque contribui para a elaboração dos personagens. Afinal, o espaço onde as pessoas (mesmo que fictícias) vivem interfere na sua aparência, vestimenta, costumes, oportunidades, atividades e até mesmo sua personalidade.

Tempo

O tempo da narrativa diz respeito ao desencadear das ações, e pode ser dividido em:

• Cronológico: está relacionado a passagem das horas, dos dias, meses, anos etc.

• Psicológico: está relacionado às lembranças do personagem e aos sentimentos vivenciados por ele.

Assim como o espaço, o tempo é muito importante para definir características dos personagens, principalmente as psicológicas. Afinal, pessoas que vivem em épocas diferentes costumam ter visões de mundo, atitudes, pensamentos e situações também diferentes.

Está gostando dos conteúdos?

Assine a newsletter e receba todas as novidade direto no seu e-mail!

Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!

Ação

Envolve tudo que os personagens fazem na narrativa. Inclui não só os movimentos, mas também aquilo que falam e pensam no decorrer da história.

Narrador

Sempre que existe uma narrativa, a história é contada por alguém. Esse é o papel do narrador. Ele pode relatar os fatos a partir de perspectivas diferentes, o que pode transformá-lo em um personagem, um observador ou um ser onisciente. Entenda as diferenças a seguir.

• Narrador personagem: participa da história, e por isso o texto é escrito em primeira pessoa (eu, nós).

• Narrador observador: também existe a possibilidade de o narrador não participar da história. Ele observa a situação de fora, o que faz o texto ser escrito em terceira pessoa (ele, ela, eles, elas).

• Narrador onisciente: é aquele que sabe de todos os fatos, mesmo que não participe da história. Sua compreensão costuma ir além dos acontecimentos. Ele consegue narrar até mesmo os pensamentos e sentimentos dos personagens, como se tivesse um conhecimento sobrenatural.

Personagens

Finalmente, vamos falar das estrelas da narrativa: os personagens. São os seres reais ou fictícios que participam da história. Como a literatura é criativa, pode ser uma pessoa, um animal, um ser mitológico ou fantástico, um objeto personificado ou até mesmo um sentimento.

Os personagens podem ser divididos entre:

• Protagonistas, que são destaques da narrativa, ocupam o lugar principal da história;

• Antagonistas, que são os adversários dos protagonistas. Aqueles que vão criar ou alimentar o conflito, dificultando a vida dos principais;

• Secundários, que são personagens menos importantes na história, mas que de alguma forma contribuem para a sequência de fatos do enredo.

Contextualizando

Se você achou um pouco complicado entender esses conceitos, não se preocupe. Assim como as definições que acabamos de ver, o site Stoodi preparou um exemplo bem legal de aplicar esses elementos narrativos em uma história.

Então, basta pensar no enredo de um filme ou novela conhecidos. Apenas como exemplo, pense na seguinte possibilidade:

Um rapaz e sua namorada estão apaixonados (situação inicial);

Um dia, ela desaparece e todas as evidências apontam para ele (conflito);

Ele precisa fugir da polícia e começa a investigar o desaparecimento por conta própria, coletando provas de que houve uma armação (desenvolvimento);

Ele confronta o verdadeiro vilão em um encontro eletrizante (clímax);

O rapaz consegue provar sua inocência e recuperar a namorada mantida em cativeiro (desfecho).

Legal, né? Assim fica muito mais fácil para associar esse conteúdo sobre os elementos da narrativa. Esse exemplo é um enredo básico. Aliás, um ótimo exercício é começar a analisar alguns dos últimos filmes que assistiu e identificar essas etapas durante a narrativa.

Logo, para escrever é a mesma coisa. Basta seguir estes passos e estruturas. É como se fosse o caminho inverso do que a gente assiste. É tirar da tela e jogar no papel.

Por isso, agora você já sabe, precisou escrever uma redação de estilo narrativo? A estrutura e os elementos você sabe quais são e como usar!

Boa redação e até a próxima!

Ei, não vá embora sem assinar a nossa newsletter!

É só colocar seu e-mail aqui em baixo para receber os melhores conteúdos do blog.

Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!

Veja também

Gostando dos conteúdos?

Receba as atualizações no seu e-mail! Insira seu endereço ao lado e não perca as novidades.

Obrigado por se inscrever! Em breve você receberá nossas atualizações no seu e-mail!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!