Blog do Unasp

Redação do Enem: dicas para se dar bem no Exame.

A redação é uma das principais partes de avaliação do Enem. A nota tirada ajuda muito na soma final do Exame. Então fique atento! Não deixe a prática da redação de lado. Veja a seguir algumas dicas para se dar bem.

Sem dúvidas, a redação é a parte primordial na avaliação do Enem. Ela ajuda muito na soma final da nota. Para chegar a este valor, somam-se as porcentagens obtidas na prova e na avaliação e divide-se por dois.

Na prova de redação do Enem, as notas realmente vão de zero a mil. Para essa pontuação, há uma avaliação de 5 competências que podem receber uma nota que varia de 0 a 200. A soma dos cinco itens pode fazer com que o texto receba a nota máxima.

Neste post, vamos deixar claro quais são os critérios de avaliação da redação do Enem. Eles podem ser obtidos na Cartilha do Participante. Publicada anualmente, a “Cartilha da Redação”, como também é conhecida, foi aprimorada para tornar a metodologia de avaliação da redação mais transparente.

Competência 1. Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa.

Talvez esse seja um dos critérios mais difícil de seguir. Ele é pra deixar bem claro para os corretores que você se importa e respeita à Língua Portuguesa. Usar gírias, contrações do tipo “pra, numa, pro” ao invés de “para, em uma, para o”, ou linguagem de “internet” com certeza vai tirar a possibilidade de nota 1000 na redação do Enem.

Uma dica para escrever bem é ler bastante. Ler um livro de um tema que você gosta, faz fixar as regras da gramática e leva a acostumar com a norma culta. É claro que você não fala do jeito que escreve e a redação do Enem é pra provar mesmo que você diferencia a linguagem oral da língua escrita.

Outra dica importante é estudar bastante gramática nos temas que os alunos mais erram, tipo: concordância nominal e verbal; conjugação verbal de acordo com as pessoas; regência verbal e nominal; flexão de substantivos, adjetivos, verbos e advérbios corretamente; acentuação gráfica; e divisão silábica para mudança de linha.

Competência 2. Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa

Essa competência divide-se em três partes que são importantes ter na cabeça:

1. A proposta da redação traz uma coletânea de textos que se relacionam por um tema. O desafio é ler todos os textos e procurar o que eles têm em comum. Fugir da proposta é o erro que mais levam os alunos a zerarem na redação do Enem.

2. Espera-se de um aluno nota 1000 na redação do Enem um vasto repertório e um bom conhecimento de mundo. Por isso é importante manter-se atualizado. Para provar isso, use citações de autores conhecidos, referências a filmes, acontecimentos de conhecimento mundial. Mas fique atento para que essas referências não o levem a fugir do tema proposto.

3. Por fim, um texto dissertativo-argumentativo em prosa tem algumas regrinhas que é importante para sua redação do Enem:

a. dissertativo-argumentativo é um texto preferencialmente em terceira pessoa e, no caso da redação do Enem, escreva só em terceira pessoa. Por exemplo: um texto que você escreve “Sabemos que o contexto mundial…” está fora de ser um texto impessoal, assim é melhor escrever “Sabe-se que o contexto mundial…”. Assim você consegue defender seus argumentos no texto de uma forma global, não simplesmente baseado na sua opinião pessoal.

b. dissertação em prosa é  o tipo textual da redação do Enem. Não pode ser um texto narrativo (uma história), muito menos uma poesia (texto com versos e estrofes), não é uma entrevista que também é um texto em prosa. Em termos práticos, um texto dissertativo-argumentativo é para defender um ponto de vista, apresentar um raciocínio que leva o corretor da redação a compreender seu ponto de vista através de uma conclusão.

Está gostando dos conteúdos?

Assine a newsletter e receba todas as novidade direto no seu e-mail!

Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!

Competência 3. Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Aqui entram dois temas que você precisa ter na ponta da língua para fazer uma redação nota 1000 do Enem: Coesão e Coerência.

1. Coesão.

De uma forma bem simples de falar e para você gravar, coesão é a amarração do texto. Um texto bem feito tem começo, meio e fim. Uma redação divide-se em três partes: introdução, desenvolvimento e conclusão.

2. Coerência.

A sua redação do Enem precisa ter um ponto de vista definido. Você pode ser a favor, contra ou neutro em relação à proposta, e isso deve estar claro durante todo texto. Cada parágrafo deve trazer informações novas, mas precisam estar dentro da proposta e em defesa do seu ponto de vista.

Competência 4. Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a argumentação

Esse critério reforça a ideia de coesão textual. Para uma redação nota 1000 no Enem, você precisa dominar o uso das conjunções, termos de ligação, lugar certo de usar ou não a vírgula, conhecer advérbios e louções adverbiais. Assim você garante uma sequencia coerente da redação. Ou seja, um parágrafo deve continuar o outro, complementar a ideia do parágrafo anterior, ou responder questionamentos.

Para não se perder na amarração do texto, uma dica é separar a redação nas partes introdução, desenvolvimento e conclusão pela quantidade de linhas, por exemplo:

A redação do Enem tem um máximo de 30 linhas. Separe 5 a 6 linhas para o primeiro parágrafo da introdução. Aqui você pode fazer os questionamentos que serão respondidos no terceiro parágrafo;

O parágrafo seguinte pode trazer sua a sua argumentação através de citações, referências conforme comentamos no critério 2 deste post. Separe mais 5 a 6 linhas para isso;

Neste parágrafo de 5 a 6 linhas também você pode responder às questões do primeiro parágrafo e trazer o seu ponto de vista claramente;

No próximo parágrafo você pode começar a concluir seu texto e apresentar suas soluções de acordo com os direitos humanos, como veremos no critério a seguir.

Dica importante: faça uso de TÓPICO FRASAL. Isso é ter no parágrafo uma oração que tenha a idéia central do parágrafo. Para os corretores, é uma redação nota 1000 do Enem já traz o tópico frasal na primeira sentença do parágrafo.

Competência 5. Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

O último aspecto a ser avaliado da redação é a apresentação de uma proposta de intervenção para a problemática apresentada nos textos da coletânea. Depois de argumentar com base nas citações e seu conhecimento de mundo, a redação do Enem deve se encerrar com uma solução factível e de acordo com os direitos humanos.

 

Seguindo essas dicas, estará perto de que sua nota seja 1000 no Enem. Comente com a gente o que você achou dessas dicas e compartilha com seus amigos para que mais pessoas tenham êxito no Enem.

Ei, não vá embora sem assinar a nossa newsletter!

É só colocar seu e-mail aqui em baixo para receber os melhores conteúdos do blog.

Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!

Veja também

Gostando dos conteúdos?

Receba as atualizações no seu e-mail! Insira seu endereço ao lado e não perca as novidades.

Obrigado por se inscrever! Em breve você receberá nossas atualizações no seu e-mail!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!