Blog do Unasp

Como decorar de maneira mais eficaz os conteúdos para o vestibular

Confira a seguir algumas dicas para acionar a sua memória e decorar os conteúdos para a prova do vestibular de forma mais eficaz.

Tanto na escola quanto na faculdade, e mesmo em outras áreas da vida em geral, precisamos decorar informações importantes. Seja uma fórmula de matemática complicada, um número de telefone ou da conta bancária, uma informação referente à profissão, entre outros exemplos. Nós nunca paramos para pensar nisso, mas boa parte das informações que recebemos veem com a necessidade de ativar a memória para decora-las. Afinal, elas tornam-se inúteis se “somem” assim que forem aprendidas, concorda?

No entanto, algumas pessoas possuem certa dificuldade para decorar conteúdos, desde os mais simples até os mais complexos. O que resulta em alguns problemas, dependendo da exigência do ambiente. Por exemplo, para o vestibular, quem não decora datas e eventos histórico irá tirar uma nota ruim na prova.

Ou seja, para ir bem é preciso decorar. E para decorar algo é preciso praticar a memória. Isso mesmo, as informações que armazenamos no cérebro podem ser memorizadas com mais facilidade se seguirmos algumas técnicas. Então, para ajudar àqueles que possuem dificuldade em decorar, listamos algumas atitudes que ajudam a memorizar os conteúdos de forma mais eficaz. Confira!

Leia em voz alta

Ao ler em voz alta, nós ouvimos o que estamos lendo, e como resultado o cérebro associa de forma mais eficaz o conteúdo. Pois além de estarmos lendo, também estamos ouvindo os conteúdos.

Pesquisadores da Universidade de  Warterloo, no Canadá, descobriram que falar em voz alta ajuda a colocar as palavras na memória de longo prazo. Apelidado de “efeito de produção”, o estudo determinou que é a ação dupla de falar e ouvir a si mesmo que tem o impacto mais benéfico na memória.

O estudo testou quatro métodos para aprender informações escritas, incluindo a leitura silenciosa, ouvir alguém ler, ouvir uma gravação de si mesmo e ler em voz alta em tempo real. Os resultados dos testes com 95 participantes mostraram que o efeito de produção de ler informações em voz alta resultou na melhor lembrança.

“Este estudo sugere que a ideia de ação ou atividade também melhora a memória. E sabemos que exercícios e movimentos regulares também são fortes elementos de construção para uma boa memória ”, disse o professor MacLeod.

Portanto, na próxima vez que você precisar decorar algum conteúdo importante que faça parte de um capítulo do livro, por exemplo, leia o trecho em voz alta.

Crie relações

Quando criamos relações com o conteúdo que precisamos decorar, fica mais fácil a associação. Sendo assim, o que você precisa fazer é: integrar a informação que precisa decorar com os conhecimentos e repertório que você já tem.

Passe a limpo

Uma ótima maneira para decorar é passando para o papel tudo aquilo que for necessário lembrar. Tente escrever e reescrever as informações a serem decoradas.

Feito isso o seu cérebro será estimulado a relembrar as informações que estavam apenas na sua cabeça, pois além de ler, você escreveu o conteúdo. Isso facilitará que você lembre mais rapidamente da informação.

Treine a repetição

Quanto mais falamos, mais decoramos. Pense em uma música que você sabe de cor. Você só conseguiu decorar porque cantou várias vezes os mesmos trechos.

Com os conteúdos para prova também é assim. Para decorá-los você precisa fazer uma repetição. Falar ou escrever repetidas vezes a fórmula química ou a sequência dos acontecimentos é ótimo para decorar o que é necessário.

Ensine alguém

Uma das melhores maneiras de decorar um conteúdo é ensinando, ou falando sobre ele, para outra pessoa. Que tal compartilhar as informações que você aprendeu com um amigo ou um familiar? Esta prática irá ajudar o seu cérebro a fazer conexões que vão além do ler ou reproduzir determinado conteúdo. Ao ensinar você organiza as informações em uma lógica só sua e isso resulta em uma melhor fixação do conteúdo.

Além disso, é muito mais fácil lembrar-se de uma conversa com alguém próximo do que de um pensamento simplesmente sem conexão, não é?

Está gostando dos conteúdos?

Assine a newsletter e receba todas as novidade direto no seu e-mail!

Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!

Simplifique

Neste contexto o simplificar quer dizer “quebrar” o que precisa ser memorizado em grupos ou categorias menores de informação. Por exemplo, um número de documento ou sequência numérica pode ser dividido em grupos: 123.456.789-10.

Outra forma de simplificar é criando acrônimos (também conhecido como sigla), que são palavras formadas por letras que representam por sua vez outras palavras, como EAD (Educação a Distância).

Além disso, é possível também utilizar acrósticos, que são frases formadas por palavras cuja primeira letra é a dica para o que precisa ser lembrado. Então, se você quer memorizar, por exemplo, os nomes de bairros paulistanos Mooca, Penha, Belém e Carrão, por exemplo, você pode gravar a frase “Meu Pai Bebe Café”.

Cérebro exercitado

Estas técnicas são legais, né? Elas são muito usadas por estudantes de todo o mundo. Podem parecer simples, mas a prática de repetição, leitura em voz alta, associação e outras, podem fazer muita diferença na hora de decorar um conteúdo.

Portanto, experimente utilizar estas técnicas e depois compartilhe aqui com a gente a sua experiência.

Bom prova e até a próxima!

Ei, não vá embora sem assinar a nossa newsletter!

É só colocar seu e-mail aqui em baixo para receber os melhores conteúdos do blog.

Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!

Veja também

Gostando dos conteúdos?

Receba as atualizações no seu e-mail! Insira seu endereço ao lado e não perca as novidades.

Obrigado por se inscrever! Em breve você receberá nossas atualizações no seu e-mail!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!