Blog do Unasp

Como montar um currículo eficaz? Aprenda agora!

O currículo é a primeira oportunidade de mostrar para as empresas quem você é o que você faz. Por isso, é imprescindível saber fazer um currículo digno do emprego dos sonhos! Que saber como?

Montar um currículo não é muito fácil, verdade seja dita, mas com as dicas deste post suas chances de acertar na hora de criar o seu com certeza irão aumentar. E consequentemente facilitar o processo de conquistar aquele emprego que você está de olho já faz um tempo.

E aí, bóra elaborar um currículo eficaz? Daqueles que recrutador nenhum pode colocar defeito?!

Comece com seus dados pessoais

Primeiro de tudo, as empresas querem saber seu nome, onde você mora, sua idade e o seu contato. Ou seja, bem resumidamente, você precisa colocar no início do seu currículo todas essas informações. No entanto, muita gente perde oportunidade de uma boa entrevista porque simplesmente esquece de colocar ou atualizar os dados pessoais. Então fique de olho na hora de escrever essa parte. Uma letra errada no email, um número faltando no telefone pode resultar na perda do contato de uma empresa interessada em você.

E para te ajudar listamos algumas informações necessárias. Faça o seu checklist 😉

• Nome completo

• Idade

• Cidade

• Telefone

• E-mail

Formação acadêmica

Depois dos dados pessoais as empresas querem mais sobre a sua formação ou atual estudos. Por exemplo, onde você estudou, o que estudou, suas experiências acadêmicas e por aí vai. Isso quer dizer que, expor essas informações são extremamente necessárias.

Portanto, na hora de listar sua formação siga esse exemplo:

• Modalidade (ex: bacharelado, licenciatura, tecnólogo, etc);

• Curso (ex: Comunicação Social em Rádio em TV, etc);

• Nome da instituição (UNASP, etc);

• Ano de conclusão (2018, etc);

• Cursos livres (fotografia, roteiro, pacote adobe, etc), etc.

É importante que você coloque todas as suas formações acadêmicas à partir do Ensino Médio. E lembre-se, sempre que houver uma nova especialização é necessário atualizar as informações.

Experiências

Esse é o momento de apresentar e valorizar as experiências que você já teve. “- mas eu acabei de me formar, não tenho experiência! ”. Tem sim! O estágio que você fez durante o curso, intercâmbios, trabalhos voluntários, conhecimentos de informática e outras atividades complementares, também são consideradas experiências.

Então nada de esconder essas experiências aí. Puxe lá do fundo do baú tudo que você já fez até hoje, tudo que conta como ponto positivo para a sua carreira e mostre no seu currículo.

Sendo assim, algumas experiências que você pode colocar são:

• Estágio;

• Trabalho remunerado;

• Intercâmbio;

• Trabalho voluntário, etc.

Está gostando dos conteúdos?

Assine a newsletter e receba todas as novidade direto no seu e-mail!

Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!

Idioma

Todos sabemos a importância de ser fluente em outro idioma. Isso quer dizer, que esse é outro diferencial na hora de montar seu currículo e conseguir um emprego.

Portanto, se você souber falar outro idioma, deixe claro em seu currículo quais idiomas você fala e em qual grau de fluência você se encontra.

Faça assim:

• Inglês fluente;

• Espanhol intermediário;

• Francês básico;

• Italiano nativo, etc.

Seria meu sonho saber todos essas línguas? Sim! Ainda bem que aqui no blog nós temos alguns artigos bem legais sobre o tema. Olha só…

• Seja trilíngue! Veja essas dicas para aprender a falar três idiomas

• 4 Podcasts que vão te ajudar a aprender outros idiomas 

Habilidades e aspiração profissional

Essa parte é muito importante, afinal esse é o momento de você vai agir com sinceridade e dizer em quais áreas se sente seguro e confiante para atuar, com base naquilo que você sabe fazer e faz bem.

Ou seja, em uma área ampla, como o curso de Rádio e TV, por exemplo, você pode colocar aquilo com que você quer trabalhar:

• Produção;

• Roteiro;

• Edição;

• Pós-produção;

• Cenário, etc.

Assim, a empresa já vai ter uma ideia nas áreas que você se identifica e que sabe fazer bem. Dessa forma, vai ser mais fácil saber se o seu perfil vai combinar com a vaga e que o que você sabe fazer, é o que o negócio precisa.

O que NÃO colocar no currículo

O currículo é como se fosse sua carta de apresentação, certo? Então, precisa ser simples e objetivo.  A seguir, informações desnecessárias e que você não deve colocar no seu currículo:

• Número de documentos;

• Afiliações;

• Pretensão salarial;

• Referências pessoais;

• Séries e músicas preferidas;

• Boletim (notas);

• Certificados;

• CEP ou endereço completo;

• Título, etc.

Currículo eficaz

Viu como montar um currículo ficou mais fácil? Outras dicas! Deixe a subjetividade de lado. Evite informações genéricas e que não agregam em nada. Algumas pautas devem ser expostas na entrevista ou até no corpo do e-mail. Currículo é para ser simples, prático e informativo.

Por isso, não desperdice tempo nem espaço.

Se você já conseguiu um emprego, comente aqui no post o que te ajudou e o que foi um diferencial no currículo. É só escrever aqui logo a baixo para deixar uma ajudinha para os futuros colegas.

Até a próxima!

Ei, não vá embora sem assinar a nossa newsletter!

É só colocar seu e-mail aqui em baixo para receber os melhores conteúdos do blog.

Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!

Veja também

Gostando dos conteúdos?

Receba as atualizações no seu e-mail! Insira seu endereço ao lado e não perca as novidades.

Obrigado por se inscrever! Em breve você receberá nossas atualizações no seu e-mail!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!