Blog do UNASP

Como estimular a criatividade da criança?

Conheça a proposta Reggio Emilia, no qual a criatividade da criança é estimulada através das possibilidades nos espaços e a autonomia de escolher com base na experiência.

Estimular a criatividade da criança tem sido um grande desafio, já que estamos em um tempo na qual tudo é distração. 

Apesar do contexto em que estamos inseridos, a infância é o melhor momento para se trabalhar a capacidade criativa dos pequenos, principalmente para que os reflexos desse aprendizado apareçam na vida adulta.

Afinal, toda a fase de crescimento da criança envolve uma série de descobertas, e são os mais velhos os grandes responsáveis por apresentar à ela as oportunidades de aprender e viver experiências. 

Abordagem de Reggio Emilia, você conhece?

A abordagem foi criada por Loris Malaguzzi, logo após o fim da Segunda Guerra Mundial, numa pequena cidade da Itália.

Nesta proposta, é enfatizada a criação de espaços educacionais com grande variedade de materiais e grande preocupação estética que desperte os sentidos.

Assim, a prioridade é que a criança seja protagonista do seu próprio aprendizado.

A criatividade da criança no espaço

Na abordagem Reggio Emilia, a organização é fundamental.

Em um espaço focado apenas para o desenho, por exemplo, o interessante é deixar diversos tipos de papel – papel de presente, papel toalha, filtro de café, papel canson, papel vegetal, cartolina etc – expostos para que a criança possa explorar através da visão e do tato.

Com materiais riscantes, segue-se a mesma premissa: canetas hidrocor com diferentes pontas, marcadores, lápis, carvão, giz, pincéis são alguns dos materiais que podem instigar a curiosidade da criança.

No entanto, para pintura e colagens, a ideia é que sejam trabalhados cor, massa e textura. Assim, tinta guache, aquarela, corantes, nanquim, cola, areia, água podem co-habitar neste espaço para que o pequeno compreenda a arte.

Dessa forma, com um enorme acervo disponível, ela pode se sentir na liberdade de compor sua criação através da investigação dos materiais.

Veja aqui algumas maneiras práticas de inserir o lúdico no desenvolvimento infantil.

A importância das possibilidades

Para que a criança seja protagonista do seu próprio aprendizado, é necessário dar a ela as mais diversas possibilidades e permitir a autonomia nas escolhas.

No entanto, o professor ou pai que está trabalhando com essa investigação, precisa definir os parâmetros e objetivos para que a experiência da criança também lhe dê embasamento.

Para aplicar a abordagem Reggio Emilia, faça um teste com você mesmo: ao estar num espaço organizado com as mais diversas possibilidades, você se sente estimulado a criar e explorar?

Se sim, então o espaço está recheado o suficiente para que a criança desenvolva também seu aprendizado.

Faça o teste e conta aqui pra gente! 😉

Veja também

Gostando dos conteúdos?

Receba as atualizações no seu e-mail! Insira seu endereço ao lado e não perca as novidades.

[vc_newsletter_with_email newsletter_id="blog" newsletter_msg_success="Obrigado por se inscrever! Em breve você receberá nossas atualizações no seu e-mail!"]