Blog do Unasp

4 coisas que você não deve fazer ao escolher um curso de graduação.

Na hora de escolher um curso de graduação há certos erros que precisam ser evitados. Veja quais são eles e faça a sua escolha com mais tranquilidade e assertividade.

Acabei a escola. E agora? É certo que quase todos já passaram ou passam por esse dilema. A gente passa toda a adolescência sonhando com a maioridade – até se dar conta que ela costuma trazer boletos e levar embora algumas horas de sono. E também leva a escolhas importantes, como fazer um curso de graduação.

Posso te dar uma certeza: estudar é sempre a melhor opção. Você sabia que para cada ano de estudo, a sua remuneração aumenta 15%? Mas eu sei que essa certeza gera nova dúvida: como escolher um curso?

A verdade absoluta é que isso é relativo. Nem sempre as regras gerais vão te servir, mas existem algumas atitudes que são garantia de fracasso e você pode evita-las. Confira abaixo o manual de como não escolher um curso na faculdade.

1. “Escolher um curso é a mesma coisa que escolher uma profissão”

De verdade, não é. Dentro de um curso de graduação existem muitas possibilidades de atuação profissional. Alguém que se forma em Administração, por exemplo, pode trabalhar em empresas, pode comandar algum projeto no terceiro setor, e, com alguns cursos a mais, pode dar aulas em faculdades e cursos técnicos.

E também existem funções que podem ser exercidas por pessoas formadas em diferentes áreas. Observe a seleção das grandes empresas para trainee: elas costumam procurar novos executivos entre os diplomados em Economia, Engenharia, Comunicação, Marketing…

Entender o que se quer fazer e quais áreas você gosta de estudar, são coisas bem diferentes. O seu esforço ao escolher um curso deve ser aproximar esses dois pontos, o máximo que puder. Mas, entendido isso, tome cuidado para não cair no próximo erro da lista.

Está gostando dos conteúdos?

Assine a newsletter e receba todas as novidade direto no seu e-mail!

Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!

2. “Espere o destino te mostrar o caminho certo”

Digamos que você seja apaixonado por livros. Escolheu estudar Letras, mas descobriu que não gosta de dar aulas. Então decide ir para outra opção que o curso dá: trabalhar como redator e revisor. Ótima ideia.

Mas digamos que outra pessoa, com a mesma paixão por livros, decidiu ir trabalhar como aprendiz numa pequena editora antes de escolher um curso na faculdade. Dentro da empresa, a pessoa percebeu que gosta mesmo é das capas, da forma como os autores se apresentam, dos textinhos que apresentam os e-books na loja virtual… Então escolhe um curso de Marketing, já decidido a trabalhar como agente literário. Ótima ideia também.

Percebeu? Existem diferentes caminhos para entender qual a união perfeita entre o trabalho que você quer fazer e o curso que você iria gostar de estudar. Comece de alguma forma!

Mas nem a sua área você sabe ainda? O blog do Unasp preparou um conteúdo para você descobrir sua verdadeira vocação profissional.

Você também pode ver o ótimo teste vocacional preparado pela revista Guia do Estudante. Só lembre-se que, é dando esse importante primeiro passo para se descobrir que muitos caem no próximo erro.

3. “Só o  que importa é seguir o coração!”

Desculpa, mas o seu coração não paga aqueles boletos que já começaram a chegar. Esqueça o que te falaram. Escolha sua profissão pensando em dinheiro sim. Se fosse possível ganhar a vida apenas fazendo o que gosta, é provável que você escolhesse trabalhar viajando, comprando e fazendo maratonas de séries.

Mas claro que para ser bem remunerado você precisa ser um profissional de qualidade. E para ter qualidade, é preciso se dedicar. E para se dedicar, é preciso gostar. Simples e complicado assim. O curso de graduação deve dar prazer, mas pense com a cabeça e tenha uma estratégia.

Conheça o mercado de trabalho, saiba quais caminhos são possíveis. Lembrando que empreender é sempre uma boa opção, qualquer que seja o curso escolhido. Se esse é o seu objetivo, o blog do Unasp preparou um guia mostrando os cursos mais comuns para quem quer abrir o próprio negócio. O assunto do empreendedorismo nos leva ao último ítem do nosso manual de fracasso.

4. “Nunca desista”

Parece ser chocante dizer isso, mas as vezes é preciso desistir sim. Não dos sonhos, mas de um plano de carreira que não está dando certo. Lembre dos ítens 2 (você precisa começar de alguma forma) e 3 (busque seus interesses, mas tenha um plano racional), porém esteja pronto para recomeçar se for preciso.

Para ter sucesso é preciso entender que “nem sempre é pra frente que se anda”. Se não gostou do curso de graduação que escolheu, não tenha medo em escolher outro. Todo conhecimento vai ser útil de alguma forma, e você já está muito mais maduro e preparado para escolher outra graduação.

Tire suas dúvidas sobre transferência aqui.

Depois de descobrir as atitudes erradas na hora de escolher um curso na faculdade, você já pode criar sua própria lista de atitudes certas para ter sucesso profissional. Nem precisa escrever: sua própria vida vai mostrar.

Ei, não vá embora sem assinar a nossa newsletter!

É só colocar seu e-mail aqui em baixo para receber os melhores conteúdos do blog.

Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!

Veja também

Gostando dos conteúdos?

Receba as atualizações no seu e-mail! Insira seu endereço ao lado e não perca as novidades.

Obrigado por se inscrever! Em breve você receberá nossas atualizações no seu e-mail!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!